Brasil abre 131.010 vagas formais de trabalho depois de 4 meses no vermelho

O Brasil abriu 131.010 vagas formais de trabalho no último mês, interrompendo quatro meses de dados negativos com a ajuda de bons números na indústria e na construção, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgado pelo Ministério da Economia.O resultado também ficou acima da abertura de 43.820 postos em julho do ano passado.

Entre os setores, a indústria ficou na dianteira, com saldo positivo de 53.590 postos criados no mês, puxados fundamentalmente pela indústria da transformação. Em seguida, apareceram os setores da construção (+41.986), comércio (+28.383) e agricultura (+23.027).

“Os resultados mostram que o Programa Emergencial de Preservação da Renda e do Emprego tem sido bem-sucedido em evitar demissões durante o período da pandemia”, disse o Ministério da Economia, em nota.

No acumulado dos sete primeiros meses do ano, foram fechadas 1.092.578 vagas no total, na série com ajustes, ante criação de 461.411 em igual período de 2019.

Este é o pior dado da série disponibilizada pelo Caged para o acumulado, reflexo do profundo impacto da crise com o Covid-19 na atividade econômica.

Related post